TOXINA BOTULÍNICA – BOTOX

Toxina botulínica, conhecida popularmente como “botox”, é uma proteína que quando injetada em quantidades pequenas, em um músculo específico, é capaz de bloquear sua contração levando ao relaxamento local. Deste modo, o que a substância faz é reduzir a força da contração muscular, diminuindo a profundidade das rugas.  A duração dos resultados é de quatro a seis meses até desaparecer gradativamente. As aplicações devem ser feitas em intervalos regulares, o que torna os músculos mais fracos e as linhas cada vez menos visíveis.  

Indicação

É principalmente indicado para suavizar as marcas horizontais da testa, os pés de galinha na região lateral dos olhos, as linhas profundas entre as sobrancelhas e as que se formam acima dos lábios. Também é usada para arquear a sobrancelha, elevar a ponta do nariz, relaxar um queixo muito enrugado, corrigir o sorriso gengival, melhorar o aspecto enrugado do pescoço e definir melhor o contorno da mandíbula, através da técnica de lifting com a toxina botulínica. Utiliza-se ainda a toxina botulínica para diminuir ou eliminar a transpiração excessiva nas axilas, mãos e pés.

PREENCHIMENTO CUTÂNEO COM ÁCIDO HIALURÔNICO

Preenchimento cutâneo é uma técnica empregada para correção de sulcos, rugas e cicatrizes, por meio da injeção de substâncias sob a área da pele a ser tratada, elevando-a e, assim, diminuindo sua profundidade. Um dos principais objetivos dos preenchedores é repor o volume da face, melhorar seus contornos e formas. Após a aplicação do produto, a área pode ficar levemente avermelhada e inchada. Os preenchedores são realizados em combinação com outros procedimentos para melhorar o resultado final, como o uso de toxina botulínica, lasers e peelings.

Indicação

Indicado para atenuar rugas, cicatrizes e sulcos, principalmente o nasogeniano (vai do canto do nariz ao canto da boca, popularmente chamado de bigode chinês). Também utilizado na correção de cicatrizes de acne; reposição volumétrica em áreas do rosto nas quais ocorreram perdas de gordura e de sustentação, causadas pelo envelhecimento; contorno e volume dos lábios; tratamento de olheiras e contorno mandibular.

SCULPTRA: ACIDO POLI-L-LÁTICO

O Ácido poli-l-lático – Sculptra® estimula produção de colágeno e provoca o efeito lifting. Por ser uma técnica de estimulação de colágeno, os resultados só são perceptíveis após a segunda sessão. Em geral são necessárias apenas duas ou três sessões de aplicação, com intervalo mínimo de 30 dias, e os resultados duram cerca de um ano e meio a dois anos. Orientamos sempre o uso do produto por profissionais médicos e cuidados rigorosos durante e após a aplicação – o paciente deve massagear a região tratada 2 vezes ao dia, durante 30 dias.

Diferentemente dos outros preenchedores, ele não ocupa o lugar da ruga ou sulco, como produto de preenchimento apenas, a cada sessão o ácido poli-l-lático estimula a síntese de colágeno novo, proporcionando efeito progressivo de melhoria da flacidez e correção de rugas. É um produto injetável, aplicado na camada dérmica, que não prejudica o organismo (biocompatível), inteiramente absorvido (biorreabsorvível) e não provoca reações alérgicas (hipoalergênico). Hoje é considerado última palavra em rejuvenescimento e restauração de volume cutâneo.

PEELINGS QUÍMICOS

Peelings químicos consistem na aplicação de agentes que destroem as camadas superficiais da pele, seguindo-se, então, da sua regeneração, com uma aparência geral melhorada. É uma forma de esfoliar e acelerar a renovação da pele. Pode ser superficial, médio e profundo. Os peelings superficiais precisam ser feitos em séries, e sua descamação costuma ser fina, enquanto os médios e profundos são realizados em aplicações únicas, com descamação mais intensa e formação de crostas. Cada paciente deve ser avaliado pelo dermatologista que indicará o melhor tratamento.

Após um peeling químico superficial a pele se refaz em um a quatro dias; já os peelings médios e profundos constituem uma ferida cuja cicatrização inicia-se em 24 horas e se completa dentro de sete a 15 dias.

RADIESSE

O Radiesse é um material preenchedor cuja molécula é a hidroxiapatita de cálcio. Usado para preencher vincos, sulcos e rugas, o produto é biocompatível, atóxico, biodegradável e considerado pelo FDA como de longa duração (média de 14m). Por isso, não há riscos de haver incompatibilidade ou sensibilidade ao produto.

Uma vantagem dessa técnica em relação a outros tratamentos é que ela pode ser feita em qualquer estação do ano, já que não tem restrições quanto à exposição da pele ao sol. A aplicação do Radiesse é praticamente indolor quando feito após anestesia tópica, demora cerca de 30 minutos e em seguida a pele recebe massagens para distribuir melhor o produto. Neste período, o ideal é não se esquecer de usar filtro solar e base, para corrigir as manchinhas.

MICROAGULHAMENTO

O microagulhamento é um procedimento que consiste em microperfurações da pele com finas agulhas metálicas. Seu princípio é semelhante ao da acupuntura, porém, localizado e múltiplo, produzindo efeito apenas na área tratada. Seu resultado mais proeminente é a indução de colágeno e de outras fibras naturais na pele, bem como o espessamento da epiderme. A técnica pode ser feita por rollers (mais comum), canetas elétricas ou carimbos. É sempre importante observar se o material utilizado tem autorização da Anvisa para uso, e se as agulhas são estéreis. Em nenhuma hipótese estas podem ser reutilizadas, mesmo que no próprio paciente.

A técnica mais popular é a minimamente invasiva, na qual o procedimento é realizado apenas com creme anestésico. Áreas maiores ou sensíveis podem ser tratadas com infiltração anestésica em ambiente cirúrgico. Usualmente, o procedimento oferece resultados após uma sequência de aplicações em intervalos regulares (comumente mensais).

FIOS DE SUSTENTAÇÃO

Visando reposicionar e sustentar os coxins gordurosos em seus sítios originais, os fios implantados acima da musculatura da face, restauram os contornos faciais e minimizam ou eliminam os sulcos profundos, num processo de rejuvenescimento. Este, por sua vez, só se completa em torno de um ano, quando se forma uma “fibrose” ao redor dos fios, que se tornam verdadeiros pilares de sustentação dos tecidos da face.

As regiões mais afetadas são as sobrancelhas, a porção mediana da face, os contornos da mandíbula e a região do pescoço. Os fios de sustentação estão indicados nos pacientes que apresentam a queda dos tecidos, sem, no entanto, apresentarem uma sobra de pele que justifique uma cirurgia de face. Também nos quais outros métodos de rejuvenescimento, como preenchimentos e toxina botulínica, não surtiriam um efeito satisfatório. E por fim, nos portadores de paralisias faciais unilaterais, onde são empregados muitas vezes, para simetrizar os 2 lados da face.